Make your own free website on Tripod.com

ENFERMAGEM

Cuidados com Transfusao
Home
Pressao Venosa Central
Cuidados com Transfusao
Cuidados nas aplicacoes termicas
Cuidados com traqueostomia
Cuidados com oxigenoterapia
Cuidados com tricotomia
Cuidados com curativos
Coleta de Material para exames
Cuidados com aspiracao traqueal
Preparo do corpo pos morte
Cuidados geniturinario
Cuidados gastrointestinais
Administracao de medicamentos
Glossário de Termos Técnicos
Mecanica Corporal
Nutricao
Historico de Enfermagem
Cuidados com cateter pos pilorico

Transfusao

Enter content here

 

E a administracao, atraves de uma veia de sangue ou seus derivados (Plasma, concentrado de hemacea, concentrados de plaquetas, crio-precipitado), sendo necessario que o receptor seja do mesmo grupo sanguineo (ABO e RH) do doador também pode ser usado grupos alternativos;

- Denomina-se receptor a pessoa que recebera a transfusao sanguinea, e doador aquela que doa o sangue.

 

Tipos de transfusão:

Homologa transfusão entre seres da mesma espécie;

Heterologa: transfusão entre seres de espécies diferentes;

Autologa: transfusão que é realizada do mesmo individuo, isto é, quando o individuo torna-se doador e receptor da mesma unidade transfundida.

 

Finalidade

Repor perdas sanguineas provocadas por hemorragia interna ou externa; Tratar a anemia, hemofilia e ou outras doencas. Também repor fatores de coagulação nos grandes distúrbio hemorrágicos.

 

REACAO TRANSFUSIONAL

E toda e qualquer intercorrência que ocorra como conseqüência da transfusão sanguínea, durante ou após a sua administração.

 

Sintomatologia das Reacoes

 

01 - Reacao Pirogenica: Calafrios, hipertermia, tremores;

02 - Sobrecarga respiratoria: dispneia, tosse, taquicardia;

03 - Embolia gasosa: cianose, hipotensao, convulsao, inconsciencia;

04 - Sangue incompatível ABO ou Subgrupos: calafrios, hipertemia, cefaleia, oliguria, anuria, ictericia, convulsao, coma, óbito.

05 - Reacao por antigenos leucocitarios humano: pode ocorrer com transfusao de qualquer hemocomponente, no entanto, e mais comum com compostos ricos em leucocitos (plasma, crio, plaquetas, sangue total), as reacoes sao mais brandas e predominam a urticaria, calafrios, nauseas, queixa de mal estar.

 

Obs: As reacoes hemoliticas estão relacionadas a incompatibilidade ABO, enquanto as reacoes alergicas estão relacionadas a reacao leucocitaria do plasma do doador.

 

Tecnica

 

01 - Antes da transfusao: Encaminhar ao banco de sangue uma amostra do sangue do receptor e o pedido medico;

02 - Orientar o paciente sobre a tipagem, transfusao sanguinea e possiveis eventos transfusionais;

03 - Preparo da transfusao: Conferir os dados do rotulo anexo a unidade de sangue com os da papeleta do paciente: Nome completo, numero do leito, e no de registro.

04 - Deixar o sangue sob acao da temperatura ambiente por 30 min, pois recomenda-se nao administra-lo gelado, principalmente nos cardiacos, por induzir a gênese de arritmias cardiacas.

05 - Manter a bolsa de sangue com o equipo de transfusao que possui filtro para retencao de coagulos e microagregados.

06 - Observar os procedimentos no preparo da venoclise - quando o sangue vier acondicionado em embalagens plasticas nao ha necessidade de respiro.

07 - Durante a transfusao: Instalar a transfusao controlando o gotejamento conforme prescricao medica ou 30 gotas/minutos, nos adultos (desde que o tempo de infusao nao ultrapasse 4 horas).

Os primeiros 15 minutos de transfusao deve ser lento 5 gotas/minuto periodo em que o paciente deve ser observado constantemente, o enfermeiro ou tecnico devera permanecer a beira do leito, lembrar que as reacoes hemoliticas agudas ocorrem nos primeiros minutos da transfusao;

08 - Checar e anotar

09 - Observar e controlar as reacoes a transfusao, notificando as anormalidades, caso ocorra suspeita de advento transfusional, suspender a transfusão;

10 - Verificar constantemente os sinais vitais, fechar a pinca do equipo ao termino da transfusao a fim de impedir a embolia gasosa.

11 - Apos a transfusao: Controlar aspecto e quantidade de urina nos pacientes que apresentarem anormalidades durante a transfusao.

12 – Orientar o paciente para retornar ao servico caso apresente sinais e sintomas de hemolise tardia, sangramentos, icterícia, diurese escura, diminuicao do volume urinário, dispneia.

 

 

Os filtros leucocitarios sao usados para diminuir a incidencia de evento transfusional.

 

Para o evento transfusional hemolitico devera proceder da seguinte forma:

- Suspender a transfusao;

- Manter via de acesso com SF 0,09%;

- Encaminhar o sangue da unidade para unidade transfusional para retipagem;

- Rechecar todos os testes imunohematologicos;

- Comunicar médico assistente e hemoterapeuta (URGENTE!);

- Colher amostra de sangue do receptor para exames;

- Colher urina do receptor para pesquisa de hemoglobinuria;

- Controle rigoroso de diurese (se necessario, instalar SVD);

- Deixar preparado material para suporte ventilatorio;