Make your own free website on Tripod.com

ENFERMAGEM

Cuidados geniturinario
Home
Pressao Venosa Central
Cuidados com Transfusao
Cuidados nas aplicacoes termicas
Cuidados com traqueostomia
Cuidados com oxigenoterapia
Cuidados com tricotomia
Cuidados com curativos
Coleta de Material para exames
Cuidados com aspiracao traqueal
Preparo do corpo pos morte
Cuidados geniturinario
Cuidados gastrointestinais
Administracao de medicamentos
Glossário de Termos Técnicos
Mecanica Corporal
Nutricao
Historico de Enfermagem
Cuidados com cateter pos pilorico

Cuidados com cateterismo vesical

Enter content here

Sondagem vesical

 

Definicao: E a introducao de tubo estreito (cateter urinario), pela uretra ate a bexiga.

 

Finalidade Amostra esteril de urina para exame

Verificacao de ausencia de miccao por anuria

Esvaziar a bexiga

Pre-operatorio

Pos-operatorio

 

Normas

 

01 - Nunca elevar o coletor de urina acima do nivel vesical sem antes pincar a sonda;

02 - Recomenda-se a limpeza da area em torno do meato uretral no minimo uma vez por dia com agua e sabao;

03 - O sistema de drenagem fechada nunca devera ser desconectado;

04 - Para pacientes prostaticos, utilizar sonda foley no 16, 18 ou ate mesmo 22;

05 - A higiene intima previa e obrigatoria para sondagem vesical, independente se o paciente esta limpo ou nao;

06 - A sonda vesical de demora feminina deve ser trocada a cada 7 dias, ja a masculina a cada 14 dias (verificar a padronizacao da troca de sonda estipulada pela CCIH)

 

 

Sondagem vesical feminina de demora

 

Material

 

Pacote de cateterismo vesical (cuba-rim, cuba redonda, gazes, seringa 10 ml, pinca, ampola de agua destilada, campo fenestrado);

Sonda vesical foley no 12, 14 ou 16;

Solucao anti-septica (P.V.P.I. topico);

Bolsa coletora (sistema fechado);

Esparadrapo;

Luvas esterilizadas;

Xylocaina a 2% (geleia).

 

Tecnica

 

01 - Lavar as maos;

02 - Reunir o material;

03 - Explicar a paciente o que sera feito;

04 - Proteger a paciente com biombo;

05 - Colocar a paciente em posicao ginecologica, expondo apenas os genitais;

06 - Colocar o pacote de cateterismo vesical sobre a cama entre as pernas da paciente, proximo aos genitais;

07 - Abrir o pacote aproximando o campo das nadegas da paciente, mantendo os principios assepticos;

08 - Abrir a embalagem da sonda vesical colocando-a no campo esteril;

09 - Colocar a solucao anti-septica na cuba redonda;

10 - Calcar luvas;

11 - Aspirar a agua destilada com seringa de 10 ml;

12 - Utilizar a pinca com a mao direita para pincar a gaze;

13 - Limpar primeiramente com movimento unico e firme os grandes labios ao lado mais distante de cima para baixo, no sentido antero-posterior (clitoris-anus). Desprezar a gaze;

14 - Fazer o mesmo procedimento com o outro lado;

15 - Afastar os grandes labios com a mao esquerda, usando o dedo polegar e indicador e proceder da mesma maneira a limpeza dos pequenos labios;

16 - Fazer a limpeza do meato urinario, com movimento uniforme no sentido antero-posterior;

17 - Colocar a pinca no campo;

18 - Colocar o campo fenestrado com a mao direita;

19 - Manter a mao esquerda segurando os grandes labios;

20 - Pegar a sonda com a mao direita, deixando a ponta da sonda na cuba-rim;

21 - Aplicar xylocaina na ponta da sonda;

22 - Avisar a paciente da introducao da sonda, e pedir para ela relaxar a musculatura do quadril;

23 - Introduzir a sonda na uretra ate haver retorno da diurese mais ou menos uns 20 cm;

24 - Insuflar o balão com 20 ml de ar ou agua destilada para testa-lo;

25 - Conectar a sonda na extensao da bolsa coletora;

26 - Certificar se a sonda esta na bexiga, tracionando-a delicadamente ate ancoragem da mesma;

27 - Retirar as luvas;

28 - Prender a sonda na coxa da paciente sem que tracione;

29 - Desprezar, se necessario, o volume urinario;

30 - Deixar a paciente em posicao confortavel;

31 - Deixar a unidade em ordem;

32 - Identificar a sonda com esparadrapo, contendo data e nome de quem efetuou;

33 - Anotar no prontuario: horario da execucao, reacoes da paciente, quantidade e caracteristica da urina drenada, alteracoes na genitalia;

 

 

Sondagem vesical de demora masculina.

 

Material

 

E o mesmo da sondagem vesical feminina, so acrescentando uma seringa;

 

Tecnica

 

01 - Lavar as maos;

02 - Reunir o material;

03 - Explicar ao paciente o que sera feito;

04 - Proteger o paciente com biombos;

05 - Colocar o paciente em posicao horizontal;

06 - Expor apenas a regiao genital;

07 - Abrir o pacote de cateterismo, proximo a regiao exposta;

08 - Abrir os pacotes de sonda foley e coletor fechado no campo esteril;

09 - Conectar a sonda a bolsa coletora fechar todos os clamps;

 

10 - Colocar o P.V.P.I. topico na cuba redonda;

11 - Calcar luvas estereis;

12 - Pegar o corpo da seringa, sendo que uma segunda pessoa devera colocar - 15 ml de xylocaina geleia no seu interior, desprezando a primeira porcao a sair do tubo;

13 - Conectar o corpo da seringa no embolo;

14 - Deixar a seringa preparada sobre o campo;

15 - Pincar as gazes com a mao direita;

16 - Limpar a regiao pubiana ao redor do penis;

17 - Limpar a parte externa do penis;

18 - Segurar o penis com a mao esquerda, expondo a glande;

19 - Fazer a limpeza da glande com movimentos circulares de cima para baixo;

20 - Fazer assepsia do meato urinario;

21 - Colocar o campo fenestrado;

22 - Injetar na uretra a 10 ml de xylocaina geleia com mao direita atraves da seringa e simultaneamente tracionar o penis perpendicular ao pubis;

23 - Apertar levemente a uretra por 1 minuto com a mao esquerda, usando uma gaze esterilizada seca;

24 - Insuflar o balão com 20 ml de ar ou agua destilada para testa-lo e conecta-lo ao coletor urinario;

25 - Introduzir a sonda foley lentamente (20 cm) ate drenar a urina obedecendo a curvatura normal da uretra (introduzir sonda ate y);

26 - Insuflar o balao com 20 ml de agua destilada esteril;

27 - Certificar-se de que a sonda esta na bexiga, fazendo leve tracao na mesma;

28 - Retornar o prepucio a posicao anatomica;

29 – Retirar as luvas;

30 - Fixar o cateter, horizontalmente, na parte lateral esquerda do abdomen, para evitar pressao sobre a uretra, na juncao peno-escrotal, o que poderia, eventualmente, levar a formacao de fistula uretro-cutanea;

31 - Identificar a sonda com esparadrapo, contendo nº da sonda, volume do balao, data, horario e nome de quem sondou;

32 - Anotar no prontuario: horario, reacoes do paciente, quantidade e caracteristicas da urina, alteracoes na genitalia;

 

 

Tecnica da sondagem vesical de alivio feminina

 

Material

 

Pacote de cateterismo vesical (cuba-rim, cuba redonda, gazes, pinca, ampola de agua destilada, campo fenestrado),

Sonda uretral no 12 ou 14,

Solucao anti-septica (P.V.P.I. topico),

Luvas.

 

Tecnica

 

01 - Lavar as maos;

02 - Reunir o material;

03 - Explicar a paciente o que sera feito;

04 - Proteger a paciente com biombos;

05 - Colocar a paciente em posicao ginecologica, expondo apenas os genitais;

06 - Colocar o pacote de cateterismo vesical sobre a cama entre as pernas da paciente, proximo aos genitais;

07 - Abrir o pacote aproximando o campo das nadegas da paciente, mantendo os principios assepticos;

08 - Abrir a embalagem da sonda uretral colocando-a no campo esteril;

09 - Colocar a solucao anti-septica na cuba redonda;

10 - Calcar luvas;

11 - Utilizar a pinca com a mao direita para pincar a gaze;

12 - Limpar primeiramente com movimento unico e firme os grandes labios do lado mais distante de cima para baixo, no sentido antero-posterior (clitoris-anus). Desprezar a gaze;

13 - Fazer o mesmo procedimento com o outro lado;

14 - Afastar os grandes labios com a mao esquerda, usando o dedo polegar e introduzir e proceder da mesma maneira a limpeza dos pequenos labios;

15 - Fazer a limpeza do meato urinario, com movimento uniforme no sentido antero-posterior;

16 - Colocar a pinca no campo;

17 - Colocar o campo fenestrado com a mao direita;

18 - Manter a mao esquerda segurando os grandes labios;

19 - Pegar a sonda com a mao direita, deixando a ponta da sonda na cuba-rim;

20 - Aplicar xylocaina na ponta da sonda;

21 - Avisar a paciente da introducao da sonda, e pedir para ela relaxar a musculatura do quadril;

22 - Introduzir a sonda na uretra ate haver retorno da diurese;

23 - Deixar a sonda drenando ate o fim da diurese;

24 - Retirar a sonda apos o termino;

25 - Retirar as luvas;

26 - Deixar a paciente confortavel;

27 - Encaminhar o material utilizado para expurgo;

28 - Anotar no prontuario: hora do cateterismo e as caracteristicas da diurese (quantidade, cor, odor).

 

 

Tecnica da sondagem vesical de alivio masculino

 

Material

 

Pacote de cateterismo vesical (cuba-rim, cuba redonda, gazes, pinca, ampola de agua destilada, campo fenestrado),

Sonda uretral no 14,

Solucao anti-septica (P.V.P.I. topico),

Luvas,

Seringa 10 ml,

 

Tecnica

 

01 - Lavar as maos;

02 - Reunir o material;

03 - Explicar ao paciente o que sera feito;

04 - Proteger o paciente com biombos;

05 - Colocar o paciente em posicao horizontal;

06 - Expor apenas a regiao genital;

07 - Abrir o pacote de cateterismo, proximo a regiao exposta;

08 - Abrir o pacote de sonda uretral no campo esteril;

09 - Colocar o P.V.P.I. topico na cuba redonda;

10 - Calcar luvas estereis;

11 - Pegar o corpo da seringa, sendo que uma segunda pessoa devera colocar - 15 ml de xylocaina geleia no seu interior, desprezando a primeira porcao a sair do tubo;

12 - Conectar o corpo da seringa no embolo;

13 - Deixar a seringa preparada sobre o campo;

14 - Pincar as gazes com a mao direita;

15 - Limpar a regiao pubiana ao redor do penis;

16 - Limpar a parte externa do penis;

17 - Segurar o penis com a mao esquerda, expondo a glande;

18 - Fazer a limpeza da glande com movimentos circulares de cima para baixo;

19 - Fazer antissepsia do meato urinario;

20 - Colocar o campo fenestrado;

21 - Introduzir na uretra a xylocaina geleia com mao direita atraves da seringa;

22 - Apertar levemente a uretra por 1 minuto com a mao esquerda, usando uma gaze esterilizada seca;

23 - Introduzir a sonda na uretra ate haver retorno da diurese;

24 - Deixar a sonda drenando ate o fim da diurese;

25 - Retirar a sonda apos o termino;

26 - Retirar as luvas;

27 - Deixar o paciente confortavel;

28 - Encaminhar o material utilizado para expurgo;

29 - Anotar no prontuario: hora do cateterismo e as caracteristicas da diurese (quantidade, cor e odor).

 

Lavagem vesical

 

Definicao E a lavagem da sonda vesical quando a mesma esta obstruida por sangue, pus, secrecoes, grumos.

 

norma

 

01 - A lavagem vesical devera ser feita com tecnica rigorosamente asseptica.

 

Material

 

Seringa 50 ml urologica esteril,

Frasco de agua destilada de 250 ml,

Luvas estereis,

Cuba-rim esteril,

Gazes estereis,

Cuba-rim nao esteril,

Alcool a 70%.

 

Tecnica

 

01 - Lavar as maos;

02 - Reunir o material;

03 - Levar o material ate a unidade do paciente;

04 - Explicar ao paciente o que sera feito;

05 - Fazer a desinfecao da ponta terminal da sonda com a ponta inicial do sistema coletor de diurese, com alcool a 70%;

06 - Abrir o campo de seringa urologica;

07 - Calcar as luvas esterilizadas;

08 - Colocar agua destilada na cuba-rim e aspira-la com a seringa urologica;

09 - Retirar o ar de dentro da seringa urologica;

10 - Desconectar a sonda do sistema coletor com ajuda de uma segunda pessoa, que ficara segurando o sistema, tomando o cuidado para nao contaminar;

11 - Introduzir a seringa na sonda;

12 - Injetar a agua destilada;

13 - Aspirar o conteudo injetado;

14 - Desprezar o conteudo em outra cuba-rim;

15 - Repetir a operacao quantas vezes forem necessarias, ate desobstruir a sonda;

16 - Conectar a sonda ao sistema de drenagem;

17 - Retirar as luvas;

18 - Colocar a unidade em ordem;

19 - Encaminhar o material utilizado para expurgo;

20 - Lavar as maos;

21 - Anotar no prontuario do paciente o resultado da lavagem.

 

 

Irrigacao vesical

 

Finalidade Irrigar a bexiga em pos-operatorio de R.T.U., sangramento.

 

Material

 

Sonda vesical de 3 vias ,

Equipo de soro,

Frasco de agua destilada de 1000 ml,

Sistema coletor fechado de diurese.

 

Tecnica

 

01 - Lavar as maos;

02 - Reunir o material;

03 - Encaminhar o material ate o paciente;

04 - Explicar o que sera feito ao paciente;

05 - Sondar o paciente conforme tecnica, caso ainda nao esteja sondado;

06 - Adaptar o equipo de soro ao frasco de agua destilada e fazer o nivel;

07 - Adaptar o equipo de soro na via de entrada da sonda vesical;

08 - Abrir a pinca do equipo de soro e deixar drenar, controlando o gotejamento conforme prescricao;

09 - Observar o retorno do liquido no sistema coletor;

10 - Deixar a unidade em ordem;

11 - Anotar no prontuario do paciente: a sondagem se for o caso, o inicio da irrigacao, quantidade infundida, drenada e a cor da mesma.

 

Referencias

FERNANDES, Almesinda Martins de O.; DAHER, Marcelo Cecílio; HANGUI, Wagner Yoshio. Manual de Normas e Rotinas Hospitalares. Goiânia: AB Editora, 2006.

LECH, Joana. Manual de procedimentos de Enfermagem. 2 ed. São Paulo: Livraria e Editora Martinari, 2007.

POTTER; Patricia. A.; PERRY, Anne Griffin. Fundamentos de enfermagem. Trad. Luciana Teixeira Gomes; Lucya Hellena Duarte; Maria Inês Correa Nascimento. 5 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

SMITH- TEMPLE, Jean; JOHNSON, Joyce Young. Tradução: Regina Garcez. Guia para Procedimentos de Enfermagem. 4 ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.